Um novo olhar para Gestão de Frota…

21.06.2016 - Gestão de Frotas

O que é Gestão de Frota? Sempre me questionei sobre o real sentido dessa pergunta, confesso que, minha melhor resposta é “depende”.

Muitas vezes usei a expressão que “Gestão de Frota não tem receita de bolo”, ou seja, cada situação é uma situação, não necessariamente o que funciona em um lugar dará certo em outro, os problemas e desafios se renovam, as necessidades são diferentes, enfim, se alguém acha que temos algo pronto, sinto lhe informar que não.

 O CARRO é um detalhe! Essa é uma das minhas recentes conclusões e por esse motivo venho propondo um Novo Olhar para Gestão de Frota. Acredito que um dos principais questionamentos será “Como vamos considerar o carro um detalhe, se justamente o que fazemos é gerenciá-lo? ”

Durante minha trajetória profissional tive a oportunidade de conhecer empresas e gestores com características distintas, cada um com uma visão e cultura sobre frota, mas há algo em comum na grande maioria, o foco exclusivo em redução de custos.

Reduzir custos sem dúvida é importante, mas será que deve ser nosso único objetivo? Investimentos em ferramentas de gestão não é comum, sempre sendo considerado custo pela companhia. Mas será que as ferramentas utilizadas garantem os resultados a serem alcançados?

Aprendi com a vida a importância de levar meus valores pessoais para minha vida profissional, com isso minhas ações no trabalho devem ser coerentes com o que acredito e valorizo como ser humano. Se um dos meus valores for respeitar o próximo, as pessoas são uma variável importante no meu trabalho.

Pessoas, meio ambiente, sustentabilidade, segurança, família, bem-estar e futuras gerações são valores em nossa vida pessoal? Se a resposta for sim, temos que levá-los para nossa atuação profissional?

Como gestores, estamos agregando valor ao negócio da companhia? Somos vistos dessa maneira?

Opa, falamos em negócio da companhia? Se estamos ligados ao negócio somos uma área estratégica?

Sabemos que a Frota é um dos maiores custos de uma companhia, estando entre contas expressivas como Folha de Pagamento. Se somos uma das maiores despesas da empresa, como saber qual é o custo dessa operação? Os meus controles e ferramentas são adequadas para reportar o tamanho da nossa responsabilidade como gestores?

Utilizo constantemente uma frase que diz: “O que não se controla, não se gerencia.”

O controle é o mínimo para uma boa gestão, ter informações confiáveis, acompanhamento de processos, politicas bem definidas são pontos importantes para bons resultados profissionais. Vejo muitas empresas com controles focados em manutenção e combustível, sabemos que os processos são muito mais amplos que isso, tendo outras partes como: sinistro, ressarcimentos, seguros, multas, compra e venda, IPVA, licenciamento, emplacamento, vistorias, locação, cartões e meios de pagamento, ações judiciais, enfim, se não controlamos nossas ações ficará mais difícil atingir resultados estratégicos, sendo visto pela empresa simplesmente como uma área exclusivamente operacional.

Como nos limitar ao carro se:

  • Por trás de cada volante tem um SER HUMANO!
  • Atuamos com ferramenta de trabalho e benefícios das pessoas.
  • Somos parte de estratégias de RH como clima organizacional, motivação e retenção.
  • Como posso garantir a SEGURANÇA dos nossos colaboradores? Estou preocupado com isso?
  • Nossos condutores estão realmente habilitados? Qual o controle da CNH?
  • Somos uma frota segura ou estamos gerando riscos a comunidade onde estamos inseridos?
  • Nossa frota pode afetar a imagem corporativa e prejudicar o negócio da nossa empresa?
  • Manutenção, multas, sinistros, telemetria e meio ambiente estão relacionados? Como controlo e quais as minhas ações e responsabilidades?
  • Não fazer manutenção preventiva expõe nossos funcionários à riscos? Qual a minha responsabilidade?
  • Manutenção Preventiva x Corretiva, qual o melhor modelo? Quais são meus custos para cada tipo de manutenção?
  • Temos responsabilidade ambiental? Como é feito o descarte dos nossos pneus, óleos, vidros?
  • Estamos compensando nosso impacto de emissão de CO² com alguma ação sustentável?

Um novo olhar em Gestão de Frota simplesmente nos convida a uma reflexão, uma análise das nossas AÇÕES como profissionais e alinhamento com nossos VALORES pessoais.

Estou realmente preocupado com o próximo, se no meu dia-a-dia meu foco é o carro e as pessoas um detalhe?

Pensando nisso, convido-lhes a pensar em 03 fatores que considero importante:

  • O que é Gestão de Frota para Você?
  • Quais os limites e responsabilidades em Gestão de Frota?
  • Seus valores pessoais fazem parte da sua atuação profissional?

O detalhe faz toda a diferença, independente de qual será a sua escolha. Precisamos estar preparados, desenvolver competências e assumir que nossa responsabilidade está muito ALÉM do carro, sendo impossível se isentar das pessoas, da segurança, do meio ambiente, da satisfação dos clientes, da redução de custo (não a qualquer custo) e que somos um diferencial competitivo.

Eu sei, há uma grande diferença entre mundo real e ideal, mas particularmente vivo tranquilamente a realidade do mundo de hoje, mas jamais abrirei mão de buscar e sonhar com o MUNDO IDEAL de amanhã.

Essa abordagem que chamei de NOVO OLHAR em Gestão de Frota, entendo que a complexidade e desafios que temos são gigantescos, portanto é necessário em primeiro lugar ter a consciência que temos grandes responsabilidades, e logo depois assumi-las acima de tudo.

Considerando que nossos desafios são grandes, INVISTA em:

 

  • CONTROLE SUA FROTA – “O que não se controla, não se gerencia. ”

O mercado possui bons softwares que fornecem ótimos controles, não se iluda com planilhas em excel, pois apesar de úteis não são adequados para complexidade da nossa operação.

 

  • POLITICA DE FROTA – “Tenha sua diretriz definida

A política de frota é um documento muito importante, é através dela que você poderá ter todas as diretrizes relacionadas a frota da sua atuação. Esse documento permite abordar todos os temas inerentes aos veículos, desde a sua compra, período de renovação até a desativação da frota.

 

  • CONHECIMENTO EM FROTA – “Conte com quem conhece”

O mercado possui empresas especializadas em Gestão de Frotas que oferecem soluções interessantes para sua gestão. É possível ter consultorias mais simples até a terceirização completa do gerenciamento das operações, permitindo ao cliente foco no resultado e atenção exclusiva ao seu negócio.

IMPORTANTE: Responda a pergunta, o que é gestão de frota? Os serviços oferecidos devem estar detalhados, afinal o que pode ser gestão de frota para você não é para o seu fornecedor. ALINHE EXPECTATIVAS.

 

  • SEGURANÇA – “Cuide do carro, dos custos e das pessoas”.

Utilize uma ferramenta de Telemetria, com essa solução você poderá controlar além da localização, km rodado, consumo estimado de combustível, aceleração e frenagem brusca, excesso de velocidade, histórico de rotas, tempo de fadiga, controle de jornada, ranking de condutores por perfil de dirigibilidade.

Algumas soluções não alteram a característica do veículo, não interferem na garantia de fábrica e não danificam a parte elétrica e chicote do módulo.

 

  • TECNOLOGIA – “Carro conectado como inteligência em Gestão de Frota”.

Novos conceitos estão surgindo, conheça novas soluções como a tecnologia de Carro Conectado, essa solução permite a identificação de problemas em veículos antes dos condutores notarem, possibilitando transformar manutenções corretivas em preventivas. Os resultados são diretos na informação em tempo real, redução de custo, disponibilidade da frota, segurança e satisfação do cliente.

Escrito por: Fabio Oliveira

Biografia de Fabio Oliveira